POR

Prêmio Oscar Niemeyer 2020: fim do prazo de inscrições se aproxima

20/05/2020

A expectativa é grande na Fundação Oscar Niemeyer e na Rede de Bienais de Arquitetura da América Latina: até 31 de julho, a REDBAAL receberá todos os trabalhos concorrentes ao Prêmio Oscar Niemeyer 2020.

Projetos brasileiros devem ser enviados ao Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB até o dia 15 de junho. Eles serão avaliados por uma comissão formada por sete profissionais distribuídos no atendimento a cada uma das cinco regiões brasileiras. Vinte trabalhos serão escolhidos para concorrer pelo País. A divulgação desses selecionados está prevista para 17 de julho.

“Este é o mais importante prêmio de arquitetura das Américas. Mostra a produção de diversos países. O IAB tem muito orgulho de selecionar os trabalhos que participarão representando o Brasil”, diz o presidente do IAB, Nivaldo Andrade.

Curador do Prêmio no IAB, o arquiteto Fabiano Melo conta que a pandemia dificultou um pouco a apresentação dos trabalhos pois muitos ensaios fotográficos ainda não estavam concluídos quando houve a recomendação de isolamento social. “Apesar disso, pelo número de consultas que recebemos, é possível perceber que o interesse é grande e tudo indica que haverá um número relevante de inscrições”, diz.

Selecionados em seus respectivos países, os projetos são encaminhados à Secretaria Técnica da REDBAAL. De acordo com o edital do Prêmio, os vinte projetos finalistas serão selecionados até 4 de setembro e os ganhadores serão anunciados em 2 de outubro. A cerimônia de entrega dos Prêmios será feita na Bienal Panamericana de Arquitetura de Quito - BAQ2020, entre 9 e 13 de novembro.

Depois, em julho de 2021, no 27º Congresso Mundial de Arquitetos, serão feitos o lançamento do livro e a exposição dos trabalhos vencedores.

O Prêmio Oscar Niemeyer para Arquitetura Latino-Americana é promovido pela REDBAAL a cada dois anos e tem as chancelas da Federação PanAmericana de Associações de Arquitetos – FPAA e da Fundação Oscar Niemeyer. Esta é a terceira edição do prêmio, que, em média, tem 120 projetos inscritos.

Em 2018, foram 17 os projetos brasileiros que participaram da segunda edição do prêmio. Cinco foram selecionados como finalistas pelo júri internacional e um deles conquistou o terceiro lugar: o projeto Moradias Infantis (Formoso do Araguaia, Tocantins), de autoria dos arquitetos Gustavo Utrabo e Pedro Duschenes (Aleph Zero), em parceria com Marcelo Rosenbaum e Adriana Benguela.

O projeto Moradias Infantis, no Tocantins (Brasil), terceiro lugar no Prêmio Oscar Niemeyer em 2018
Foto: Leonardo Finotti


Realização

Promoção

Parceiros Institucionais

Apoio Institucional

Parceiro em Artigos & Projetos

Parceiro de Mídia

Agência de Viagens

Expo

Produção

Secretaria Executiva