20 julho

ArchiTalks desta quarta-feira: Brasil, China e Índia

Neste penúltimo dia do UIA2021RIO, as ArchiTalks são de:   […]

Neste penúltimo dia do UIA2021RIO, as ArchiTalks são de:

 

Gustavo Penna

Fundador do escritório GPA&A, Gustavo conquistou vários prêmios internacionais, como o The International Architecture Award, em Chicago; o World Architecture Festival (WAF), em Cingapura; o Architizer A+Awards, em Londres; e o Prix Versailles, na França. Seus trabalhos já foram expostos no Brasil e no mundo, com destaque para a Bienal de Arquitetura, em São Paulo; a Bienal de Veneza; a Bienal de Buenos Aires; a Trienal de Arquitetura Mundial, em Belgrado; e o Institut Français d’Architecture, em Paris.

É autor de projetos como o Expominas (Centro de Feiras e Exposições de Minas Gerais), o Memorial da Imigração Japonesa, na Pampulha (Belo Horizonte), o Museu de Congonhas (patrimônio cultural da humanidade), o Museu de Sant’Ana (em Tiradentes) e o de Regina Mundi (em Caeté) e a Escola Guignard, em Horizonte (considerada uma das 30 obras mais relevantes da Arquitetura no Brasil). E ainda o premiado projeto para o Monumento à Liberdade de Imprensa (Brasília, DF).

Gustavo também teve passagem pela gestão pública: foi secretário de Planejamento (1983-1984) do Município de Contagem, Minas Gerais; assessor especial do Ministério da Cultura para Projetos de Espaços Culturais (1985); e assessor de Projetos Especiais do governo do Estado de Minas Gerais (1987-1989).

 

Xu Tiantian

Xu Tiantian é fundadora da DnA Design and Architecture. Ela cursou mestrado na Universidade de Harvard e o bacharelado na Universidade de Tsinghua em Pequim. Conquistou o WA Chinese Architecture Awards por suas vezes (2006 e 2008), o prêmio Young Architects Award da Architectural League of New York (2008) e o Moira Gemmill Prize for Emerging Architecture (2019), entre outros prêmios.

De seus projetos mais conhecidos, destacam-se o Songzhuang Art Center e o Ordos Art Museum. Nos últimos anos, Xu Tiantian tem trabalhado na revitalização do condado de Songyang em Zhejiang, promovendo a acupuntura arquitetônica em pequenas vilas e aldeias rurais. Xu também criou o “Field Work Station” em Songyang, como uma plataforma aberta para artistas e designers interagirem com a comunidade rural.

 

Rajendra Kumar

Rajendra Kumar é Diretor da Escola de Arquitetura da Noida International University, na Índia. Formado pela Chandigarh College of Architecture, Índia, ele é pós-graduado pelo Politecnico Di Milano, Itália. Trabalhou na Espanha, Itália, China e Emirados Árabes Unidos, além da Índia. Conquistou o Prêmio Jovens Empreendedores Indianos em 2009 e a bolsa Fellowship by Congress for New Urbanism, EUA.

Kumar é membro do Conselho de Edifícios Altos e Habitat Urbano (EUA) e também membro da Sociedade Internacional de Planejadores Municipais e Regionais (ISOCARP), na Holanda.

Focado em uma arquitetura sustentável e em projetos ecológicos, ele tem participado de fóruns nacionais e internacionais, júris de competições e exposições por diversos países.